Dia 25: Ameba

E eu continuo um trapo humano. Se antes era o resfriado, agora são os remédios. Que merda é essa que a gente toma e de repente vira um protozoário tamanho família?!

E bem que eu queria poder dizer que eu estou aqui parasitando, mas não. Eu não fui à aula, mas fui religiosamente ao estágio, mesma hora, mesma medcaverna. Esperando obter um pouco de compreensão e “oh…! Você não pode falar, tadinha!” NOT! Eu falei mais do que nunca.

Acho que o desespero de ir pra casa é tanto que eu até encarei um passeio pela rodoviária pra comprar as passagens que eu não consegui comprar pela internet. Pelo menos disso eu estou livre. Mas é bom levantar logo, porque eu tenho um trabalho infernal e uma Segunda Guerra Mundial pra encarar essa semana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s