Dia 29: Múltiplos fails

Eu estou na minha Semana Murphy. É oficial. Entre resfriado 666-from-hell, trânsito maldito e porta emperrada, já tive de tudo. E ontem foi especial.

A manhã foi tranquila. Graças ao Hugo, vou me formar com a Vera. E descobri que tirei 20 numa prova do 2º período em que todo mundo tirou 11. Eu nem sabia.

Aí, legal. Vim pra cá e descobri o Twitter congelado. Foi fantástico. Tinha gente desesperada. Vi um cara dizendo que, se o Twitter não voltasse a funcionar naquele momento, ele iria desligar o computador. Também tinha gente que depois de duas horas de freeze ainda não tinha percebido o que estava acontecendo. Uma guria falava que odeia o Twitter, porque ninguém fala nada. E completou dizendo que ia continuar cantando em inglês até que alguém se pronunciasse. [Perdoem a falta de links, mais uma vez Murphy atuou e me fez apagar o rascunho com todos.]

Então a tarde passou assim, ligeiramente entediante, porque eu não tinha muito trabalho. Nem muito Twitter. Por volta das 15:30, ele começou a andar. Só que aí eu já estava de saída, com a cabeça no FIQ.

Entendam a situação a seguir: o FIQ, Festival Internacional de Quadrinhos, começou na última terça-feira, dia 6. E eu já estava tendo troços de vontade de ir. Passei o último mês contando os dias. Como alguns amigos também queriam ir mas terça e quarta eram dias impossíveis, deixei pra ir ontem. E assim ficou combinado.

Só que todo mundo sumiu, e o único que eu tinha certeza de que iria, o Hugo, resolveu marcar uma reunião no dia. Fantástico. Fiquei um pouco desanimada, mas resolvi ir mesmo assim, já que seria o único dia em que eu poderia ir, visto que vou viajar hoje e só volto na terça. Me arrependeria se não fosse.

O negócio é que o que mais me atrai nesses eventos são os stands, a possibilidade de encontrar obras que você não encontra em outros lugares, e por um preço também talvez mais acessível. Cheguei lá, os stands estavam desativados por causa da chuva. Fail. E foi isso. Eis o FIQ pra mim esse ano. Não pude ficar muito tempo. Mal aproveitei.

Brazil’s Next Top Model

Bom, chegamos àquela hora em que a estrutura do programa começa a me incomodar. Sabia que isso iria acontecer.

A Rafa foi eliminada. E achei bem injusto.

Veja bem, as provas, até agora, tinham sido bem equilibradas. Todas as participantes passavam por testes iguais. Os mesmos temas, as mesmas dificuldades. A prova de ontem introduziu temáticas diferentes, o que acabou privilegiando algumas e escurraçando outras.

A prova consistia em posar para fotos de rosto, usando maquiagem e adereço de cabeça temáticos. Cada uma recebia um tema e uma personagem, e deveria interpretá-los. Alguns temas já tinham tudo pra dar certo – embora nem todos tenham dado. A Bruna, por exemplo, ficou lindíssima na foto.

bruna_2

Já da Rafa não se pode dizer o mesmo.

rafa_x_2

Agora, veja bem. Não importa que a Fernanda Mota diga que, nossa!, como é difícil fazer uma foto com a da Bruna! Embora eu não seja modelo e não compreenda os graus de dificuldade das fotos, ela nunca vai me convencer de que a comparação é justa. Vamos concordar que um arranjo de flores na cabeça e uma maquiagem suave são bem mais gostáveis do que uma pseudo Princesa Léia prateada de sobrancelha amarela. Qual é?

Eu concordo plenamente com o talento da Bruna, embora, convenhamos, ela tenha uma beleza muito mais admirada no nosso país branco, louro e ariano. Também concordo que outras meninas tenham usado muito mal o seus temas, como a Rafaela, que tinha uma maquiagem interessantíssima e não conseguiu produzir nada de especial. Agora, dizer que temas como os da Tatiana, Fabiana e Bia são fáceis é piada. Especialmente pra Tatiana, que ainda está obviamente desconfortável com a coisa toda e recebeu a missão de interpretar um robô.

.

Thumbs up da semana:

Giovahnna, claro, que se mantém profissional e tem progredido visivelmente. Fica no canto dela e come quieto. Tô começando a ficar otimista.

Mírian. Apesar de não ter sido elogiada, acho que tem se saído bem.

Thumbs down:

Bia. Só dá bola fora. É anti-profissional e só sabe fazer maquiagem de gatinho. xP

Bruna. Ganhou o concurso e estava realmente linda, mas continua não entendendo onde está e o que está fazendo ali.

Rafaela. Fala demais. Se acha muito mais que as outras. Estava confiante demais. Foi bom tomar um susto.

Tatiana. Na boa? Se toca.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Dia 29: Múltiplos fails

  1. Fiqueiii tristeee conhecii seu blog só agora, depois que terminou o Brasil Top Model, achei no google por acaso quando estava procurando alguém que falasse mal da chata da Tatiana Domingues rrssss….adorei todos os seus comentários, riii muitooo , adorei a forma que escreve, por sinal concordo contigo em tudo que falou da Tatiana , que garota chata e sem noção no que diz, abre a boca sai de perto que vem bomba rsss… vou continuar acompanhando vc que adoreiiiiiii
    Beijocas

  2. Pingback: Dia 100: Estatísticas « Tata Lombardi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s