Dia 54: Mel

Tenho uma cachorra de dez anos. Ganhei quando voltamos a morar em Barretos. Uma vira-lata amarelinha que eu amo e que sempre me acompanhou.

Depois que eu me mudei, ela ficou muito sozinha, porque todo mundo fica fora o dia inteiro. Quer dizer, minha mãe não fica exatamente fora, porque trabalha em casa, mas está sempre muito ocupada. Pensando nisso, minha mãe vinha há tempos planejando arranjar uma nova cachorrinha. Não só pra fazer companhia para a antiga, penso eu, mas também porque começou a surgir em casa a consciência de que, bem, a Missy está velhinha.

As coisas estavam só nos planos, até que um belo dia, há duas semanas, meu padrasto encontrou uma coisica numa enxurrada. Outra vira-lata amarelinha. Ninguém em casa resistiu, e precisaram só da minha palavra para serem convencidos.

Ganhou um nome óbvio: Mel. Ainda não a conheci, mas vivem me mandando fotos. Era tão pequena quando chegou que cabia na palma da mão do meu padrasto. Dizem que está crescendo. Espero que não cresça muito, quero conhecê-la filhotinha.

Minha mãe está no céu. Nunca foi das mais apaixonadas por bichos, mas não resiste a filhotes de espécie alguma – humanos inclusos; nunca ofereça crianças para minha mãe. Toda vez que a gente conversa, agora, é só Mel pra lá, Mel pra cá, Mel fez isso, Mel fez aquilo.

Estou é ficando com ciúmes! Fui trocada!

Pra não deixar ninguém na curiosidade, uma foto – em péssima resolução – da pecinha:

cachorra

Anúncios

2 pensamentos sobre “Dia 54: Mel

  1. Pingback: Dia 145: A potra assassina* « Tata Lombardi

  2. Pingback: Tata Lombardi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s