Dia 89: In Memoriam

Então hoje, finalmente!, terminei meu trabalho sobre a FEB. É uma quase coincidência, porque ontem (8) faleceu, no Rio de Janeiro, a Major Elza Cansanção, que foi enfermeira da força expedicionária.

A major sonhava em lutar nas linhas de combate, mas teve que se contentar em cuidar dos soldados feridos. Foi a mulher mais condecorada da história militar brasileira, com destaque para a Medalha da Ordem do Mérito Militar e da Medalha Ancien Combatant du Tatre du Operacion du L’Orope, da França, a qual foi a única mulher a receber.

O site da ANVFEB informa que ela recebeu a Ordem do Mérito no grau de cavaleiro e depois foi promovida a oficial em 89. Pode ser só impressão minha, mas a medalha que ela parece usar nessa foto (no pescoço – para comparação) é a de comendador.

Não sei se a informação do site está desatualizada; não consegui descobrir.

Embora eu não tenha utilizado o depoimento dela, por não ter tido relação direta com o meu enfoque, meu trabalho fica em memória a ela que, junto com o meu avô, foi minha inspiração.

Faltam 9 dias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s