Dia 92: Gran Torino

Ontem vi, finalmente, Gran Torino, um dos filmes mais recentes do Clint Eastwood.

De uma maneira geral, eu gostei, como tenho gostado dos últimos filmes dele. Mas o padrão Eastwood se repete: ele tem uma certa obsessão por velhos solitários, padres e famílias carrascas.

Mas é bom. Eu dei boas risadas da rabugice do personagem que ele interpreta, Walt Kowalski, assim como também morri de raiva e de tristeza junto com ele em outras situações.

Não passa da segunda regra da Lei Bechdel. Apesar de ter um bom número de personagens femininas, os raros diálogos entre elas gravitam em torno dos homens da trama. Ainda assim é muito bom. Totalmente recomendado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s