Dia 115: Cinema light (ou não)

Dia divertido. Minha mãe tá tirando umas pseudoférias. Ela trabalha, mas pelo menos de um jeito mais flexível. Hoje acabamos uma encomenda grande, e logo em seguida nos jogamos no sofá. Vimos filmes e jogamos buraco.

Vi três filmes hoje.

O primeiro foi Lilo & Stitch, que passou na Sessão da Tarde (viva a variação!). Eu não sou muito fã da Disney, mas devo reconhecer que esse filme é muito bonitinho (clique no link do filme para mais detalhes e reviews). E eu nem me importei com a dublagem, porque a voz brasileira da Lilo a deixava mais engraçadinha.

Depois eu assisti Rebobine, Por Favor. É uma comédia besta, mas não tem como não rir do Jack Black. O filme é sobre um rapaz que fica responsável pela locadora de fitas do tio enquanto ele está fora. Um amigo é atingido por um raio e fica magnetizado, e assim acaba apagando, por acidente, todas as fitas da loja. Os dois começam a gravar seus próprios remakes, e aí vocês já podem imaginar a bobagem. As cenas improvisadas que eles fazem são de chorar.

O terceiro filme eu estou assitindo ainda, na verdade. Depois de dois filmes ‘light’, esse é mais pesadinho. Se chama Duro Aprendizado e de início eu pensei que fosse uma espécie de predecessor de A Outra História Americana, mas na verdade tem diversos temas sendo tratados ao mesmo tempo, incluindo o abuso sexual e a homossexualidade.

Vou terminar de assistir e amanhã dou a minha nota.

Anúncios

Um pensamento sobre “Dia 115: Cinema light (ou não)

  1. Pingback: Dia 117: O Menino do Pijama Listrado « Tata Lombardi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s