Dia 193: Velhice precoce

Existem certas coisas que eu faço que meus velhos amigos já estão acostumados e não se importam mais, mas que percebo que têm chateado ou mesmo ofendido algumas pessoas que começaram a conviver comigo agora. Coisas que sempre foram tão naturais pra mim, que eu levei muito tempo pra perceber que não é comum a outros. Assim, achei melhor esclarecer minhas três frescuras que mais têm causado desentendimentos:

1. Eu não empresto livros. O problema não é com você. Não se sinta ofendido. Eu parei de emprestar livros porque passei por situações péssimas. Livros que foram pra outro continente e não voltaram. Livros que ‘sumiram’. Livros que foram emprestados para outras pessoas sem o meu conhecimento. Livros que viraram pano de chão. Livros que nadaram em vasos sanitários. As pessoas parecem não entender, mas eu pago por eles. Tem gente que não liga, que gosta de livro riscado, amassado; eu como bibliotecária, gosto de ver um livro sendo usado. Mas a minha coleção particular é especial pra mim, e eu pretendo preservá-la. Escolher quem pode ou não pegar meus livros emprestados não é do meu feitio; não tenho coragem. Então achei melhor parar de emprestar pra qualquer pessoa, pra evitar melindres.

2. Eu sou caseira. Ou seja, não sou de balada. Na verdade, balada mesmo, tuntz-tuntz, eu dispenso. Só vou em situações muito específicas. Gosto de bar, boteco, cinema ou qualquer lugar em que se possa conversar. Não danço, não bebo, não pego 25 numa noite, não fumo, não cheiro, não uso nenhum tipo de droga, por isso essas festinhas animadas não me servem pra nada. Gosto de casa, de ficar em casa lendo, escrevendo, ouvindo a música que eu quero, assistindo filme ou qualquer porcaria na TV. Gosto de sair, também, mas não o faço por fazer. Por melhor companhia que você seja, é possível que eu recuse 75% dos seus convites. Não é nada pessoal, acredite. Não fique chateado. Eu simplesmente gosto de curtir meu tempo em paz. Aliás, se você for uma pessoa caseira também, melhor ainda! Programa de gordinha tensa é comigo mesmo.

3. Eu odeio telefone. Eu odeio telefone. Eu odeio telefone. Eu odeio telefone. Eu odeio telefone. Eu odeio telefone. Mais do que telefone, eu odeio falar ao telefone em público. É claro que atendo ligações urgentes na maior boa vontade. Mas, fora isso, se você não for minha mãe, minhas avós, meu pai ou algum outro membro importante da minha família, por favor compreenda quando eu disser: “te ligo já”. Se eu digo que vou te ligar quando chegar em casa, eu vou te ligar quando chegar em casa. Não precisa ligar outras cinco vezes durante o meu percurso. Tenho horror a celular em ônibus ou supermercado. Ninguém tem nada a ver com meus assuntos particulares, nem é obrigado a ficar me ouvindo berrar no meio do barulho.

De verdade, não se ofendam. São coisas de gente chata, e juro que eu nem percebia que isso aborrecia alguém. Procurem entender uma jovem velha e tentem continuar me amando. E não tenham medo de me ligar, viu? E continuem me chamando pra sair, viu? Eu ainda gosto de receber convites, apesar de tudo. ; P

Anúncios

4 pensamentos sobre “Dia 193: Velhice precoce

  1. Juro que, lendo esse texto, parece que somos irmãos separados no nascimento, ou mesmo, que te conheço (e pessoalmente) por toda a minha vida!
    Até que enfim alguém que compartilhe das mesmas “chatices” que eu!
    Super gêmeos, ativar!
    :D

    • Carai, pela primeira vez encontrei alguém muito parecida comigo e vice-versa.
      1) Eu até empresto meus livros (os poucos que tenho), mas com o pé atrás. Sou extremamente ciumenta com as minhas coisas. Acho que sou materialista! (hahahahaha) Mas o motivo é justificável… Emprestei um livro que uso na faculdade, e ele se foi pra nunca mais voltar. E o pior que a porcaria cai em concurso, ou seja, terei que comprar novamente.
      2) Saio até com uma frequencia razoável pra uma pessoa caseira como eu. E sou contraditória também, pq adoro música eletrônica, adoro dançar música eletrônica, mas sou caseira. Gosto de ficar no bar jogando conversa fora, rindo. Quanto ao seu “sair pra pegar 25”, por isso detesto micareta!
      3) FATO! DETESTO COM TODAS AS MINHAS FORÇAS FALAR EM AMBIENTES ASSIM. POR ISSO MEU CEL VIVE NO SILENCIOSO. =D

      Sim, por fora sou jovem, mas por dentro já cheguei na MELHOR IDADE faz tempo. Sou a idosa da turma. =/

      Já que você gosta tanto de ficar em casa pra ouvir música, ver filme, essas coisas, quando for rolar algo aqui em casa chamo você. O Hugo, a Pri, sempre aparecem.

      Gostei do teu espaço virtual!
      =D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s