Dia 194: Links

Durante esses dias eu não tive muita vontade de escrever. Assuntos não faltaram. Nem tempo. Apesar de as aulas já terem começado, tudo ainda está relativamente calmo. Mas tem dias que, realmente, não me inspiram.

Nesse tempo, acabei acumulando links para notícias ou artigos interessantes que me mandaram ou estiveram circulando pelo Twitter. Os primeiros são sobre assuntos militares envolvendo mulheres e/ou LGBTs. Muita coisa acontecendo nesses dias. Mas mais pra baixo existem dois três links aleatórios. Aí vão:

Artigo com fotos da WASP na Segunda Guerra – o grupo de aviadoras, não os cretinos, gente. As fotos e as mulheres são lindas. É uma preciosidade.

Fotos de membros LGBT das Forças Armadas norte-americanas que serviram em silêncio ou foram dispensados pela política do DADT.

Mais uma sargenta dispensada pelo DADT. Nada de novo.

Artigo pedindo pra que as mulheres sejam efetivamente permitidas em unidades de combate. As militares americanas já assumem, na prática, posições que teoricamente estão proibidas de exercer, mas não são reconhecidas. Ou seja, elas executam, mas não têm o mérito nem a devida atenção. É muito bom ver artigos assim surgindo com mais frequência.

Congresso americano concede medalhas às veteranas da WASP. Notícia do ano. E a notícia oficial da Defesa.

John Sheehan, ex-general americano, culpa soldados gays holandeses pelo massacre de Srebrenica. Isso é quase um déjà vu. E é bom pra lembrar que não são só os militares brasileiros que falam merda.

Fugindo um pouco do militar:

A garota que beijou a GaGa no clipe de Telephone? É, tá todo mundo falando dela. A Adrina perguntou, eu mandei o link no Twitter, e agora coloco aqui o artigo do AfterEllen sobre Heather Cassils.

Um artigo da Mary Del Priore muito interessante a respeito da relação da Chanel com os nazistas. Embora eu ainda não tenha lido nada sobre a relação dos intelectuais franceses com o regime, uma discussão recente com a Astrocat, a Srta. Bia, a Cynthia, a Juliana e outras meninas acabou despertando o interesse. Eu só li esse e um outro artigo sobre, mas a impressão de que, mais do que antissemita, ela foi oportunista prevalece. Link via Gogu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s