Dia 246: Takarazuka: Parte III – O teatro

Depois do blablablá sem fim sobre a história do Zuka – desculpem-me; foi necessário -, é bom a gente começar a entender de fato o que é o teatro.

Primeiro, existem dois termos que resumem o conceito principal do teatro: otokoyaku e musumeyaku. O Takarazuka é um teatro onde só mulheres atuam, mas não produz peças só com personagens femininas ou com personagens lésbicas. O formato do teatro é clichê, tradicional ocidental, com histórias melosas e heteronormativas.

Assim, as atrizes são divididas entre aquelas que atuam em papéis femininos (musumeyaku – 娘役) e as que atuam em papéis masculinos (otokoyaku – 男役).

[E o vento levou, Hanagumi, 2002]

As atrizes são divididas em cinco trupes oficiais, mais uma especial. As trupes são o hanagumi (花組 – hana: flor; criada em 1921), o tsukigumi (月組 – tsuki: lua; 1921), o yukigumi (雪組 – yuki: neve; 1923), o hoshigumi (星組 – hoshi: estrela; 1933) e soragumi (宙組 – sora: não sei bem a tradução, acho que é ‘céu’; 1998).

Cada uma dessas trupes possui, atualmente, cerca de oitenta atrizes, e cada uma delas possui uma hierarquia, que é tão complicada que eu não vou nem me arriscar a explicar. Basta saber que, para fins de performance, existem duas atrizes principais, as chamadas top stars, que são uma otokoyaku e uma musumeyaku.

A otokoyaku sempre, sempre tem destaque. Ela é o diferencial do Takarazuka, afinal. Então ela é basicamente a atriz principal, seguida da musumeyaku. A terceira atriz mais importante também é uma otokoyaku, assim como a quarta e a quinta. Essas três últimas são chamadas de nibante, sanbante e yonbante, respectivamente.

Para uma garota conseguir ingressar no teatro, só existe uma única forma: o Takarazuka Ongaku Gakkou, ou ‘Escola de Música do Takarazuka’. E não é um muito simples. Só são aceitas meninas entre 15 e 18 anos, que prestam uma bateria de exames de canto, dança e atuação. Só aproximadamente 40 garotas são aprovadas por ano, das mais de 2.000 que se inscrevem.

São dois anos de treinamento na TOG. No primeiro, as meninas recebem aulas básicas de canto, dança, teatro e piano, entre outras coisas. É no final desse primeiro ano que cada atriz vai receber seu ‘título’ de otokoyaku ou musumeyaku. O que define que gênero cada garota vai interpretar envolve um pouco de vontade pessoal, mas a maior parte é decidida com base na sua aparência, modos, altura e traços. Basicamente, com qual sexo a garota melhor se identifica.

A maior parte das novatas quer se tornar otokoyaku, porque são elas que têm o maior destaque e, consequentemente, os maiores fã-clubes. São também geralmente as que conseguem carreiras melhores pós-teatro.

No segundo ano, essas características específicas de cada gênero são treinadas. As otokoyaku aprendem a se portar de maneira mais andrógina, masculina, e as musumeyaku passam a exagerar na feminilidade para criar um contraste com as otokoyaku, de forma a acentuar a masculinidade delas. Basicamente, são dois estereótipos.

Quando se formam, as atrizes assinam um contrato-padrão de sete anos com o teatro. A maior parte das atrizes só cumpre estes sete anos. Primeiro, porque para o teatro não é interessante segurá-las; é preciso dar espaço para as atrizes mais jovens. Para as atrizes, isso também não costuma ser interessante. A maior parte delas não espera de fato seguir carreira e encara – isso pode estar mudando agora – o teatro como uma fase pré-casamento – essa era a ideia inicial da escola e do teatro, propagadas pelo próprio Kobayashi. As que tinham alguma esperança, acabam se deparando com o fato frustrante de que não vão virar top stars. Essas acabam desistindo também; algumas, no entanto, seguem carreira.

Essas vão parar no chamado senkagumi. O senkagumi é uma uma trupe especial, para atrizes com mais de 40 anos de idade. Elas deixam de ser fixas nas trupes, como as atrizes mais jovens, e passam a interpretar papéis específicos conforme a necessidade de cada trupe. O senkagumi, claro, não possui performances próprias, só fornece atrizes para as outras trupes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s