Dia 35: Brazil’s Next Top Barraqueira

No BrNTM de hoje, as meninas desceram do salto. Tá um barraco só. Me dá até preguiça de assistir. Até a Giovahnna entrou na roda, embora eu não tenha conseguido entender o que a Rafaela falou pra ela.

Eu não acho o tema futurista particularmente interessante, acho bastante previsível, mas algumas meninas se saíram bem. Até a Tati surpreendeu. Aliás, parece que houve uma reviravolta da semana passada pra cá. Algumas das que tinham se saído mal deram show.

A eliminada da semana foi a Shiratori. No começo, eu até teria ficado surpresa, mas agora eu já estava esperando. Ela estava muito apagada e não rendia quase nada.

Uma coisa que já tá ficando chata é o ciclo Bruna come, come, come e passa mal -> todo mundo corre pra atender -> o resto das meninas fica com invejinha e fala mal -> Bruna come, come, come e passa mal. Ah, pelamordedeus.

.

As tops da semana, na minha opinião:

Bia. Parece estar se recuperando.

Trindade. É linda e precisa se destacar mais.

Mírian. Continua firme e vai ganhando lugar.

Tati. Finalmente começou a reagir.

.

As brochantes:

Bruna. Já deu, né? Até quando vão ficar com ela? É linda e tinha tudo pra se dar bem. Isso é fato. Mas não adianta, não é a hora dela.

Rafaela. No começo, eu a achava linda e era das minhas favoritas. Mas parece que ela vive pra falar mal das outras, faz veneninho 24/7. Tá na hora de cair do tamanco, também. Precisa de uns puxões de orelha – preciso fazer piada ou tá bom assim?

Dia 21: Brazil’s Next… Top Model?

Ok, acho que hoje o post vai ser todo dedicado ao Brazil’s Next Top Model, porque tem coisa pra caramba pra comentar.

Primeiro, Bruna, TU É CHATA PRA CARALHO! Sério, cara, como alguém aguenta essa mulher? Chegou botando banca, dizendo que era a mais forte da casa. Só que ela não fez nada até agora além de chorar. Aliás, modelo que chora porque cortou o cabelo? Nunca vi! Claramente não nasceu pra isso. Volta pra tua casa, guria.

Outra que quis ser chatinha foi a Trindade. Na boa, o cabelo ficou infinitamente melhor do que antes. Não só pra ela, mas pra todas. Aliás, achei extremamente nauseante o tanto de vezes que o argumento ‘não-quero-ficar-masculina’ foi usada como argumento pra não cortar o cabelo. Ainda quero falar mais sobre isso, mas vou deixar pra outro dia.

Julliana, Mirian e Rafaela também ficaram incontestavelmente lindas. E como! Fiquei besta. Acho que foi a Rafa – não tenho certeza – que disse que pode raspar, pintar e fazer o que quiser com o cabelo dela, e apreciei a postura. Não é pra isso que elas estão lá? Com profissionais da área? Ôrra! Eu me jogaria! Aliás, troca de lugar comigo, que eu tô precisando dar um jeito no cabelo.

Outrada noite: Liana se foi. E tarde. Deveria ter ido há muito tempo, nem sei porque insistiram com ela. Não vejo nada de bonito ou interessante. E hoje ela mostrou que tem uma fixação com homossexualidade. Obviamente mal-resolvida.

Por fim, a Giovahnna ficou gata! Sério! Quando eu vi que elas iam ter que fazer campanha de lingerie com os caras, pensei: oh-oh! Não porque ela não fosse capaz, mas porque isso poderia ter gerado diversas reações. E apesar de achar a situação problemática, fiquei contente em ver que ela encarou a coisa e mandou bem. Espero que ela não perca o jeito natural dela – pelo que eu vi no programa, né? Não sei como ela é de fato -, meio moleca – tipo quando ela chegou de biquíni, tênis e skate na frente dos jurados; eu ri -, mas acho a postura dela, como modelo, exemplar.

E ainda tem mais um comentário que eu queria fazer, que é o comentário que uma das meninas fez depois da bebedeira da Bia. Algo do estilo “isso-não-é-postura-pra-mulher“. Oiq/

ORLY? Quer dizer que se sua amiga fizer você acha ruim, mas se seu namorado fizer tá beleza? Na boa, essa foi A pérola do programa até agora. Não lembro quem foi que falou. Acho que fiquei em choque demais pra notar.

Eu ia dizer que senti a falta da Jéssyca, mas achei melhor não. Eu simpatizei com ela, mas acho que realmente não é carreira pra ela. Ela é muito fofinha e divertida, e parece muito inteligente, também, e espero que ela se dê bem como bióloga marinha.