Dia 93: Certas obsessões…

A foto acima, que tem circulado com frequência pelo Tumblr, já é das minhas favoritas. Faz parte de uma série em que a fodona Beth Ditto aparece fotografada pelo fotógrafo Steve Klein para a revista POP.

Mas a atenção da vez não vai pra ela, mas sim pra essa outra pessoa, que eu acabei de descobrir que se chama Blake. Essa foto lembra uma certa preferência minha que quem me conhece já sacou desde o começo: homem com cabelão.

Gente, não dá. Não aguento. É muito pra mim.

Eu cresci cheia de amigos cabeludos, e sofri vendo cada madeixa sendo cortada pelas exigências pós-18. Uma hora era o alistamento que pedia, outra era a Medicina ou o Direito, ou então o emprego conservador.

Infelizmente, cabelão é pra poucos, mesmo. É coisa pra adolescente. É muito raro ver um homem adulto de cabelo comprido, a não ser que seja músico ou trabalhe em um ambiente mais underground. E como minhas pretensões de carreira passam bem longe do ambiente moderninho… bem, dancei.

Então deixa assim, né? Eu fico só olhando as fotos e admirando, mesmo. A não ser que você aí, lendo, seja, por acaso, um cabeludo solteiro morador de Belo Horizonte e tal. Me liga, hein?

[Pra quem quiser apreciar as outras fotos, é só clicar aqui.]

Dia 74: Nada

O grande problema desses dias cheios de trabalhos pra faculdade é que, depois de passar horas de raiva sofrendo nas mãos do BrOffice, eu esqueço a idéia brilhante de postagem que tive durante o dia.

Ou seja, não tenho nada pra escrever, mais uma vez.

A única coisa que ando fazendo na internet – além de falar merda no Twitter – é atualizar meu Tumblr (cuidado, pode ser ligeiramente NSFW).

Então é isso.

Er.

*Cigarras ao fundo.

Dia 41: Rapidinhas

Meus posts não têm nada a ver um com o outro. A Raquel disse isso. E é verdade. Não têm, nem nunca foi minha intenção que tivessem. Esse blog foi feito pra que eu postasse qualquer coisa que estivesse na minha cabeça, que fosse um fato importante (ou não) do dia, que eu gostasse. Enfim, escrever. Ou não. Postar. E é isso. Os posts são desconexos como os meus pensamentos. Não tem monotonia.

.

A imagem que está no header do blog não tem nada a ver com o ‘nariz romano, alma castreja’. Não é uma imagem romana, e sim cretense. É um dos afrescos do Palácio de Knossos, e eu só coloquei porque é uma pintura que eu adoro. A civilização minoana é definitivamente uma das minhas favoritas, e essa figura tem de especial o fato de mostrar três mulheres com os seios de fora – o que não aparece aqui no template, mas pode ser visto aí embaixo -, coisa que era comum em Creta e uma das coisas que dizem muito sobre essa civilização.

Knossos_fresco_women2

.

Eu estou há tempos namorando o Tumblr, e hoje não aguentei: abri uma conta. E já joguei várias coisas lá, além de repostar coisas interessantes de pessoas que eu estou seguindo. Digam um oi por lá.